Histórico

A Copa Inconfidentes de MTB é considerada a segunda maior competição da modalidade em Minas Gerais. O evento, que começou em 2007, reúne atletas, profissionais e amadores. Junto com os parceiros que apoiam a competição, a Copa tem como objetivo principal fortalecer e promover o esporte no Brasil.

Organizada por Daniel Sardinha e Eduardo Soares, a competição é realizada em três etapas: duas no formato cross-country (XC) e uma no formato maratona (XCO). Durante a competição, os atletas somam pontos de acordo com as respectivas colocações, e, ao final o campeão é aquele que obtém maior número de pontos. Além da vitória individual, existe a competição por equipes, para reforçar o espirito de coletividade presente neste tipo de modalidade esportiva.

A prova vale pontos para os rankings nacional e internacional de ciclismo, além de ser reconhecida pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Mineira de Ciclismo (FMC).

Com uma estrutura sólida, o mais interessante do evento, é que ele atinge todas as faixas etárias, com categorias que permitem desde crianças até pessoas mais velhas participarem da disputa. As categorias atuais da Copa Inconfidentes são: Elite Masculina, Elite Feminina, Junior, Sub 23, Sub 30, Master 30-34, Master 35-39, Master 40-44, Master 45-49, Master 50-54, Master 55-59, Veterano, Infanto Juvenil, Juvenil. Já a Copa de Amadores possui 4 categorias.

Outro aspecto importante da competição é que ela não é feita exclusivamente para os atletas profissionais. Os ciclistas amadores, que querem ganhar mais experiência ou apenas se divertir em pistas de qualidade, são a maioria na prova. Isso faz da Copa Inconfidentes de MTB uma competição democrática, leve, divertida e que valoriza a família, a amizade e o prazer de pedalar.

Origem do nome

O nome da competição foi inspirado na região que compõem as três cidades que, geralmente, recebem as provas de MTB: Itabirito, Ouro Preto e Mariana. Como o trio de cidades é chamado de Inconfidentes, os organizadores quiseram homenagear a região, escolhendo assim o nome da competição.




Inscrição

Inscrições abertas para a segunda etapa da Copa Sense Trek Inconfidentes de MTB

Clique aqui e inscreva-se!

A maratona será no dia 21 de outubro de 2018,  no Pesque e Pague Campestre, em Itabirito (MG). 

Dúvidas, consulte o nosso regulamento aqui.

Acompanhe nossas redes sociais: @copainconfidentesmtb (Instagram) e Copa Inconfidentes (Facebook). 




Prova

Segunda etapa da Copa Sense Trek Inconfidentes de MTB: uma festa do esporte

No domingo, dia 21 de outubro, foi realizada a segunda etapa da COPA SENSE TREK INCONFIDENTES DE MTB. Para Eduardo Soares, o Dudu, e Daniel Sardinha, os organizadores da competição, uma verdadeira festa do esporte que reuniu atletas e seus familiares e amigos no Pesque-Pague e Pousada Campestre, em Itabirito, Minas Gerais.

O local escolhido para receber as duas etapas da prova, nesse ano, já é conhecido dos atletas de mountain bike de toda a região metropolitana de Belo Horizonte pelas trilhas e percursos que, além de ideais para a prática do esporte, passam por belas paisagens da região, o que dá um charme às provas. “É um circuito lindíssimo, é um circuito conhecido como o “circuito do túnel”, com subidas fortíssimas e descidas muito rápidas. Um circuito que, para mim, é um dos melhores que a gente pode correr aqui na nossa região”, comenta Dudu.

Essa etapa foi uma maratona (XCP – menos de 60 km) realizada em um percurso de 27 km. As categorias elites masculina e feminina, junior masculina e feminina, sub 23, sub 30, sub 35, sub 40, sub 45, sub 50 e sub 55 completaram o percurso Pró, (2 voltas), totalizando 54 km, enquanto as categorias sub 60, over 60, juvenil, infanto juvenil, feminino máster 30+, amador sub 40, amador over 40 e feminino open correram o percurso Sport (1 volta), com 27 km.

Ao longo do percurso, os atletas contaram com dois pontos de hidratação, além do ponto de apoio (hidratação, alimentação e mecânico) dentro do Pesque-Pague e Pousada Campestre. Daniel Sardinha conta que ele e o Dudu observam os critérios técnicos da competição. “A gente precisa ter uma preocupação muito grande com os quesitos marcação, posicionamento correto dos pontos de hidratação e dos fiscais nos locais estratégicos. Nos locais mais arriscados, além do fiscal, a gente coloca o resgate, tudo para que a prova transcorra da melhor maneira possível, para que, independente do número de atletas inscritos, todos saiam plenamente satisfeitos e, se possível, cada um volte no ano que vem e traga mais um. O melhor marketing que nós podemos fazer é dar essa satisfação a cada um dos atletas inscritos.”

A atleta Juliana Vilaça, campeã da Master 30 e campeã geral feminino, contou, feliz, ao final da prova” achei a prova bem bacana, com percurso bem diversificado, com muitas subidas, bastante trechos técnicos também e fico muito feliz em estar de volta à Copa Inconfidentes, que é uma prova que corro há muito tempo e super organizada”.

Outra marca da Copa Sense Trek Inconfidentes de MTB é a presença do público que curte o esporte e da criançada que se diverte na copinha. “Um público super bacana, gente de casa, que a gente chama aqui de “a família Inconfidentes” que vem todo mundo com a criançada. A gente faz a Copa Kids, que é o sucesso do evento. E por si, esse lugar aqui é simplesmente maravilhoso, um esporte que, para mim, é vida, não tem ninguém que ande de bicicleta que não seja feliz. E isso, pra gente, não tem satisfação melhor. É sempre gratificante e cada dia mais ver todo mundo sair daqui feliz. Mais uma etapa e todo mundo com um sorriso estampado no rosto”, finaliza Eduardo Soares.

 




Apoio






Contato